Startup usa apenas link de produtos para achar descontos na internet

Startup usa apenas link de produtos para achar descontos na internet

Imagine a cena. Você encontra um produto na internet e quer saber se o preço cobrado é o menor. O mais comum (e trabalhoso) é procurar o mesmo modelo de loja em loja. A startup sul-matogrossense Reduza criou um sistema para acabar com o bate perna virtual de consumidores em busca da melhor pechincha. Desde fevereiro, já ajudou a economizar mais de R$ 709 mil, tanto em compras a prazo quanto à vista.

Mágica
A mágica por trás da Reduza é essa: o internauta cola no campo de busca da ferramenta o link do item desejado; se o sistema da startup localizar ofertas mais em conta na mesma loja, exibe os resultados, sinalizando de quanto é a economia.

A mágica ocorre de dois jeitos: Por um lado, a startup possui parceria com 20 lojas, entre Centauro, Submarino, Lojas Americana e Netshoes, cujos produtos estão cadastrados no sistema; entre elas, os abatimentos costumam variar de 5% a 20%, mas podem chegar a 60%. Por outro lado, o Reduza inclui manualmente em seu banco as políticas de desconto de lojas online.

O usuário, no entanto, não percebe como o truque é feito, mas os preços dos itens sugeridos pela plataforma chegam a ser 6,5% menores. Em quase metade das vezes que um bem é pesquisado, uma alternativa é exibida pelo site. No grupo das 10 lojas com mais promoções, a taxa de sucesso varia de 53% (Consul) a 98% (Mobly).

Encurtador
A forma como o processo ocorre (copiar e colar um link) lembra os encurtadores de URL. Serviços como “migre.me”, quase em desuso, e “bit.ly”, ainda bem popular, viraram mania quando o Twitter surgiu. O limite de 140 caracteres fazia usuários de primeira hora quebrarem a cabeça para construírem mensagens sintéticas e ainda indicarem páginas.

Os criadores do Reduza afastam a comparação e dizem que isso é pura viagem do Blog Start.up. “Talvez o nome e o lance de colocar a URL te faz lembrar dos encurtadores”, brinca Alessandro Fontes, um dos três criadores do Reduza – okay, acreditamos, ainda mais porque a maioria das páginas na web já oferecem URLs encurtadas.

A motivação dos rapazes, na verdade, foi outra. “Como consumidores pensamos que poderia existir uma ferramenta que facilitasse a difícil tarefa de encontrar um desconto ou cupom de desconto na internet, e como empreendedores enxergamos uma oportunidade de negócio”, explica Fontes.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/blog/startup/post/startup-usa-apenas-link-de-produtos-para-achar-descontos-na-internet.html