Entenda, na prática, como os vídeos online chegam até você.

Entenda, na prática, como os vídeos online chegam até você.

Existem três formas de distribuir vídeo online: o hoje tão popular streaming, o download progressivo e o peer to peer (pessoa a pessoa), usado principalmente nos arquivos torrents. Se você não está familiarizado com a nomenclatura, preste atenção. É simples.

O download progressivo é mais usado hoje em dia – por diversas razões.

Os vídeos do Olhar Digital, na nossa página ou na nossa fanpage no Facebook, são exemplos de download progressivo. Assim como os vídeos na maioria dos sites que você acessa. Nestes casos, a preocupação com pirataria é pequena. Os downloads progressivos são geralmente remunerados por publicidade no início dos vídeos.

Já o streaming é mais utilizado em vídeos com direito autoral ou direito de distribuição envolvido. Hoje, o maior exemplo de uso de streaming é o Netflix. O mesmo software que distribui o conteúdo divide e codifica o vídeo em diferentes partes para dificultar que este arquivo seja remontado e copiado de alguma forma.

Outro caso de conveniência técnica do uso do streaming são casos de transmissão em tempo real; ao vivo…

O streaming também pode ser configurado para se adaptar automaticamente à velocidade de conexão do usuário. A plataforma avalia como o conteúdo está sendo distribuído e, se for necessário, reduz a qualidade para manter a transmissão sem cortes ou interrupções.

No download progressivo, o provedor do conteúdo precisa disponibilizar os vídeos em qualidades diferente para que o usuário possa escolher diretamente no player.

Mais recentemente, o BitTorrent – já conhecido por muita gente que caça conteúdo gratuito e ilegal na internet – recebeu também uma grande aposta como formato de distribuição de conteúdo. A BBC de Londres usou a infraestrutura do serviço de compartilhamento de torrents para vender um pacote em comemoração aos dez anos do retorno do Doctor Who.

No BitTorrent – ou peer to peer – o usuário consome o conteúdo de diferentes fontes, sem ficar associado ou preso exclusivamente a um determinado servidor. Cada usuário que baixa o torrent se torna automaticamente fonte para outros usuários daquele mesmo arquivo…

A BBC disse que optou pelo BitTorrent para atingir a maior quantidade de fãs de forma rápida. A rapidez realmente é uma das grandes vantagens da plataforma…

Vale o alerta: é preciso ter cuidado para usar o BitTorrent. Tudo bem, neste caso da BBC, certamente o material original vem de uma fonte controlada e segura. Mas, no geral, baixar arquivos torrent é arriscado: primeiro, porque você nunca tem certeza do que está baixando e, segundo, muitos sites de torrent contém malwares que podem infectar seu computador. Tenha cuidado…

Resumindo: para o streaming, caso do Netflix, o importante é ter uma conexão estável; se optar por conteúdo em alta definição é preciso ter uma banda larga robusta. Já no download progressivo, existe a vantagem de poder esperar o conteúdo baixar para assisti-lo em seguida. Mas a grande verdade é que não existe formato melhor do que outro; eles são complementares e aplicados em situações diferentes.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br/video/entenda-na-pratica-como-os-videos-online-chegam-ate-voce/48449