Microsoft quer usar drones para prever novas epidemias

Microsoft quer usar drones para prever novas epidemias

Peste negra, malária, AIDS, ebola. Todas essas doenças tem algo em comum: elas são epidemias que já mataram milhões de pessoas em todo o mundo.

Geralmente, os cientistas só descobrem que um surto epidêmico está acontecendo quando as pessoas já estão doentes. Mas e se for possível prever quando uma epidemia vai atingir a humanidade? A Microsoft pode ter a resposta.

A empresa lançou o “Projeto Premonição”, que irá utilizar drones e outras tecnologias para combater preventivamente surtos de doenças.

O programa funcionará da seguinte forma: os drones irão capturar mosquitos de várias espécies. Em seguida, os cientistas irão analisar se os insetos carregam vírus ou micróbios em seus sistemas. Além disso, eles vão sequenciar todos os vírus conhecidos com os que encontrarem, bem como quaisquer ameaças novas e mortais.

“A capacidade de prever uma epidemia seria enorme”, disse Douglas Norris, professor de microbiologia molecular e imunologia na Universidade Johns Hopkins e um dos cientistas no projeto, em um artigo no blog da Microsoft.

A Microsoft espera que, eventualmente, um sistema global de drones ajude a combater doenças tropicais. Os drones irão voar dentro e fora de áreas remotas de forma semiautônoma. Assim, eles não serão constantemente comandados do solo.

O time de pesquisadores viajou para Granada, na Espanha, em março, para testar se um drone seria capaz de capturar e transportar mosquitos. Segundo o artigo, os pesquisadores acreditam que os drones serão utilizados em larga escala daqui a cinco anos.

O vídeo abaixo (em inglês) explica como funciona o protótipo:

 

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/microsoft-quer-usar-drones-para-prever-novas-epidemias